quinta-feira, 15 de maio de 2008

Hoje olhei para trás...

..e vi:
que nunca me ofereceste um presente
que tenho saudades da minha avó
que adoro os meus pais
que desprezo a mentira
que odeio a falsidade
que me distâncio de quem omite factos e situações
que tenho uma mágoa profunda dentro de mim
que abomino a Teresa
que não gosto de sair sozinha
que adoro encontros familiares
que amo a minha sobrinha
que podia ter tido um filho que não tive
que podia ter tirado o curso de gestão
que podia ter sido mais feliz
que podia ter tido mais amigos
que a minha irmã e o meu cunhado são duas pessoas importantes na minha vida
que o centro da minha atenção é a minha filha
que ando preocupada
que ando triste
que há muito não dou uma gargalhada sentida
que não me compreendem ( se calhar não me explico)
que serei sempre militante do partido comunista português
que uma das minha referências será sempre o meu avô
que gostava que o meu padrinho estivesse vivo
que nunca votarei PS, Psd, cds ou outro qualquer partido politico
Que vou torcer pela seleção
que não me arrependo do curso que tirei
que não me arrependo das escolhas que fiz
que eu nunca sou a primeira escolha
que...

2 comentários:

era uma vez... disse...

...não percas tempo com quem não te considera a primeira escolha.

Sandra Ramos disse...

Tens toda a razão ..era uma vez... tens toda a razão, mas por vezes somos casmurros e achamos para próxima já sou...
Volta sempre