sexta-feira, 5 de junho de 2009

Partir..

Nunca me considerei uma pessoa com a capacidade de sacrificio necessária a quem emigra.
Partir para um qualquer ponto do globo sem ter data de regresso é algo que sempre me fez muita confusão, dai talvés advenha o meu respeito pelos emigrantes.

Quis a vida dar-me uma oportunidade de me ausentar do meu país Natal rumo a um país que à muito anseio por conhecer, Angola.
Parto com a certeza que regressarei em 2 meses, partirei de novo mas sempre com a certeza de um regresso às origens, isto fez-me aceitar o desafio lançado, isto e não só.
As razões para a partida são varias entre elas o meu sonho de conhecer Angola, o poder misturar-me com gentes com costumes e tradições diferentes dos meus, o ir realizar um trabalho novo, eu gosto de desafios, também parto com a esperança de deixar para trás tudo o que de menos bom me aconteceu no ultimo ano, parto com a esperança que esqueço e serei esquecida, parto para tenar minimizar algumas comunicações, parto esperando que a distancia fisica me ajude.
Parto sobretudo para tentar alcançar uma paz de espirito que teima em fugir-me

3 comentários:

PAS[Ç]SOS disse...

Pois que os vazios se encham com outras experiências e ajudem a tomar o lugar do que seja passado a não rever.

ŁǺи¥ disse...

Boa sorte! Tudo de bom!

Beijo =)

lin disse...

Possibly the most amazing blog that I read all year vintage wedding!?!